fbpx

Volta as aulas mas, sem frequência de alunos

Falta de transporte foi o principal entrave, além de problemas de reformas e até falta d’água.

O aluno depois de aferir a temperatura na portaria deve utilizar o lavabo antes de acessar o patio da escola

O Governo do Estado investiu R$ 305 milhões para a requalificação das escolas públicas na retomada das aulas presenciais. Nas unidades escolares foram realizadas manutenções e adequações que possibilitarão que os alunos sejam recebidos com mais segurança, por conta dos protocolos que foram implantados.

Em Conceição do Coité as aulas não foram iniciadas nesta segunda-feira conforme estava previsto no calendário do estado. O Calila Notícias percorreu as escolas da sede do município e de forma unânime é a falta de transporte, em Coité e muitas cidades baianas embora o Governo do Estado disponibilize ônibus escolares o serviço é gerido pelos municípios, no caso de Coité a rede municipal deverá iniciar as atividades apenas no segundo semestre de agosto.

Situação de cada escola

Colégio Estadual do Açudinho não teve como receber a requalificação, pois, continua em reforma

Nossa equipe esteve no Colégio Estadual do Açudinho antigo Iêda Barradas e encontrou obras inacabadas da reforma iniciada no passado. Da forma como se encontra, mesmo que tivesse transporte não estaria apta a receber os alunos. A escola não recebeu a estrutura de biossegurança e da maneira que se encontra é inviável. Não tivemos informações nem mesmo da previsão da retomada das aulas presenciais.

O Colégio Olgarina Pitangueira Pinheiro o segundo com mais alunos matriculados está pronto para atender, não tem nada pendente e os alunos poderão desfrutar de um espaço muito mais seguro. A estrutura de biossegurança está toda montada para receber o alunado e demais profissionais da educação e só não teve início por conta do transporte.

Colégio Olgarina já se adequou as normas de biossegurança

A diretoria de Escola informou que independente do transporte dará início as atividades na próxima segunda-feira, 02/08. Considerando que o turno matutino a grande maioria dos estudantes reside na sede do município, eles terão aulas presenciais de forma hibrida, cada sala será divida em duas turmas, uma assiste aula nas segundas, quartas e sextas, outra as terças, quintas e sábados.

O álcool em gel está acessível em todas as escolas

A diretoria informou também que os alunos que necessitam do transporte não terão prejuízos enquanto não puderem se deslocar até a escola, devendo manter o ensino remoto.

Colégio Polivalente sofre com a falta d’água

O Colégio Polivalente o maior de Conceição do Coité, onde tem aproximadamente 1.600 alunos matriculados já passou por reforma completa, o maior empecilho está sendo a falta d’água. Se o transporte estivesse normalizado nesta segunda-feira não haveria aula porque há um problema na caixa de abastecimento identificado após a reforma. A direção inclusive fez uma carta aberta para tratar do assunto.

Colégio Polivalente

A parte de requalificação para que os alunos e profissionais tenham acesso ao álcool em gel, lixeiras, tapetes especiais está pronta para uso.