Tom Araújo participa de Seminário sobreformação dos agentes de saúde

Tom Araújo participa de Seminário sobreformação dos agentes de saúde

O deputado estadual Tom Araújo (DEM) participou hoje, na Assembleia Legislativa da Bahia, do seminário que debateu o Projeto de Lei nº 6.437, que tramita no Congresso Nacional e dispõe sobre a formação dos agentes comunitários de saúde. Durante o encontro, Tom conversou com diversos grupos, como de Conceição do Coité, Pé de Serra, entre outras cidades em que ele conhece a realidade bem de perto.

 

“Esta é uma luta suprapartidária e que todos os deputados tem que apoiar, uma vez que essa categoria e muito importante pois é quem trabalha diretamente para a promoção da saúde das pessoas, sobretudo as mais carentes. E estive no seminário para mostrar aos novos amigos Agentes Comunitário de Saúde que apoio a luta que é de todos nós”, afirmou o deputado.

O projeto que tramita no Congresso inclui entre as atividades da categoria, a aferição da pressão arterial e a medição de glicemia capilar, na realização da visita domiciliar, com o objetivo de promover a prevenção e o acompanhamento das pessoas que apresentarem risco. A definição dessas e outras atribuições dos profissionais por meio de uma lei visa dar segurança jurídica à categoria.

 

Tom Araújo cobra ações para combate aos efeitos da seca na Bahia

O deputado estadual Tom Araújo (DEM) protestou contra a falta de ações governamentais para o combate dos efeitos da seca, que vem trazendo sérios prejuízos em diversas partes do Estado. “O país vive uma crise financeira e aliada a essa crise, temos uma crise hídrica, que vem dizimando pastagens e a agricultura. E para piorar a situação, nos últimos anos não vimos ações concretas para o Estado se precaver para a época de estiagem. Não houve perenização de rios, não se construiu novas barragens, não houve preocupação em se fazer uma reserva hídrica”, disse Tom. Devido a falta de ações, a seca na Bahia já atinge cerca de 3,3 milhões de baianos no mais grave período de estiagem dos últimos 50 anos. E e as previsões apontam que a estiagem vai persistir em 2017 e se prolongar até início de 2018. “Temos quase 100 municípios em estado de emergência reconhecidos pelo Governo da Bahia e 85 homologados pelo governo federal. O diferencial agora é que até regiões que nunca sofreram com a seca, como Vitória da Conquista, Itapetinga, Itabuna, hoje estão sofrendo com racionamento de água. Temos 152 municípios abastecidos por caminhões pipas do Exército e as ações do Estado para se prevenir para a época das secas foram tímidas. Agora, com as poucas chuvas que caíram em fevereiro, é que correram para fazer algumas obras. E o povo é que sofre com essa situação. Está na hora de fazermos ações preventivas para que a população não sofra mais nos períodos de estiagem”, concluiu o parlamentar.

 

Tom Araújo tem longa agenda de trabalho com prefeitos baianos em Brasília

 

O deputado estadual Tom Araújo (DEM) vem atuando fortemente a fim de ajudar os prefeitos recém empossados, muitos dos quais iniciando o mandato, a enfrentarem principalmente o problema da seca que assola o Estado. Ele esteve em Brasília acompanhando os prefeitos Marcos Adriano, de Valente; Antônio Joilson, de Pé de Serra; Ari Bahia, de Varzedo; Carlos Santiago, de Ichu; Tércio Nunes, de Teofilândia; e Dr. Nei Xavier de Capela do Alto Alegre; para tratar de projetos e obras do governo federal nos municípios.

Eles visitaram o ministro Leonardo Picciani, dos Esportes e seus técnicos  apresentaram projetos que serão lançados. Em seguida, foram recebidos pelo ministro Sarney Filho, do Meio Ambiente, quando trataram de diversos projetos na área, da problemática da seca, bem como de propostas para cada cidade e a atuação conjunta através do Consórcio Bacia do Jacuípe. Ainda trataram do Programa Água Doce, que vai tornar potável a água salobra captada em poços artesianos a fim de minimizar os efeitos da seca, além de apoio para recuperação de nascentes de rios e de assessoria técnica para a elaboração dos planos de gestão de resíduos sólidos urbanos, através dos aterros sanitários mais eficientes e menos danosos ao meio ambiente e às cidades.

Ainda estiveram com o Ministro Chefe da Casa Civil, o baiano Antônio Imbassahy, que se comprometeu em analisar e, dentro das possibilidades, agilizar a liberação dos projetos prioritários dos municípios. Eles estiveram ainda na sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) onde estiveram com o presidente Silvio Pinheiro, também baiano, para ver de perto os projetos em curso e as formas de acessar novas obras, a fim de conquistar para as cidades baianas novas creches, escolas, construção e coberturas de quadras poliesportivas, entre outras realizações importantes para melhorar ainda mais o acesso e a qualidade da educação, esportes e lazer nas nossas cidades.

 

No Ministério da Integração Nacional, estiveram com o ministro Hélder Barbalho e na Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, onde puderam acompanhar o andamento do pedido de homologação do decreto de estado de emergência devido a estiagem e como as cidades terão acesso aos benefícios gerados a partir desse reconhecimento. Na oportunidade, viram com o ministro a possibilidade de ampliação do abastecimento através de carros pipa e recursos pra limpeza de aguadas, perfuração de poços artesianos e execução de obras de sistemas simplificados de abastecimento de água. No Final da tarde, ainda foram à Câmara Federal pra tratar das emendas parlamentares que irão ajudar os municípios ao longo desse ano.

“Foi uma agenda extensa, mas bastante promissora. Estamos vivendo uma nova época em que os municípios podem contar com o apoio federal indistintamente, ainda mais numa época como essa em que enfrentamos essa grave seca e uma crise econômica que tem reduzido os recursos municipais e que as novas administrações municipais não estão encontrando alternativas para enfrentá-las sozinhas. Essa é a nossa função e estou na Assembléia Legislativa atento a essas carências das cidades baianas e colaborando sempre para ajudar nosso povo”, concluiu Tom.

 

Tom Araújo assume duas comissões na Assembleia Legislativa

 

O deputado estadual Tom Araújo (DEM) foi indicado pela Bancada de Oposição para integrar duas importantes Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa da Bahia. Tom, representante das regiões Sisaleira, Sul, Extremo Sul, Recôncavo e Oeste baiano, que hoje enfrentam um grave problema com a seca, integra, como titular, a Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hidrícos. Além disso, como essas regiões são importantes para o desenvolvimento econômico do Estado e necessitam de boa infraestrutura, ele integra a Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo. “São comissões importantes e que tratam especialmente da melhoria dos serviços públicos prestados pelo Estado para que as diversas regiões produtoras, dentro de cada característica local, tenham acesso aos mais diversos produtos. Vamos lutar pela melhoria da malha viária, pelo abastecimento hídrico, oferta de energia e telefonia, por exemplo, lutar pela revitalização turística, uma vez que hoje, perdemos espaço e caímos no rancking nacional de destinos mais procurados, devido a desatenção do Estado para estes setores”, afirmou Tom.