‘Tirar Coaf de Moro é traição ao povo brasileiro’, diz Dayane Pimentel

 

A deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, salientou, nesta sexta-feira (10), que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) deve permanecer no Ministério da Justiça e da Segurança Pública capitaneado por Sérgio Moro. “Qual a intenção de tirar de Moro o controle do Coaf? A intenção é impedir combater a corrupção?”, disse a parlamentar baiana. “Nós do PSL não aceitaremos o Coaf fora do Ministério da Justiça. Lutaremos para que a Receita Federal tenha poder de comunicar crime”, disse a deputada federal, principal liderança do presidente Jair Bolsonaro na Bahia. A parlamentar ainda apontou que tirar de Moro o Coaf e tirar da Receita o poder de comunicar crime “é uma traição ao povo brasileiro que escolheu Bolsonaro presidente porque queria combate implacável ao crime”. A deputada federal disse que as articulações dos parlamentares do PSL serão para reverter no plenário da Câmara e do Senado as alterações realizadas na Comissão do Congresso que analisou a medida provisória (MP) da reforma administrativa proposta pelo Governo Bolsonaro.