Radialista é executado a tiros dentro de casa em Chapada de Riachão do Jacuípe

 

O radialista Marlon Carvalho de Araújo, de 37 anos, foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira, 16, no povoado de Chapada, em Riachão do Jacuípe (distante a 190 km de Salvador).

O “Repórter Ventania”, como era chamado, foi alvejado com vários tiros por homens não identificados. O comunicador era bastante conhecido na cidade e região por ter apresentado programas polêmicos em emissoras de rádio.

Segundo informações do portal Jacuípe News, áudios que circulam em redes sociais relatam que Marlon Carvalho foi visto pela última vez falando ao celular em frente à própria residência e que depois vizinhos ouviram o barulho dos tiros. O radialista foi morto dentro de casa e os suspeitos conseguiram fugir em um veículo também não identificado.

A senhora Trindade de Carvalho, mãe de Marlon Araújo, 36 anos, disse em um site regional que tem muita convicção de que a morte do seu filho foi em consequência das postagens de vídeos polêmicos nas redes sociais, principalmente fazendo duras criticas a políticos das cidades da Bacia do Jacuípe e Território do Sisal. A ultima postagem criticava o prefeito de Conceição do Coité, no povoado de Ipueirinha.

“Meu filho não tinha envolvimento com droga, não tinha envolvimento com roubo, a única coisa que poderia provocar a morte era a postagens de vídeos na internet, ainda ontem eu pedia a ele. Meu filho deixa de fazer esses videos, mas ele respondeu que era seu trabalho.”Lamentou a dona de casa.

Em nota, a Polícia Militar informou que a ocorrência foi registrada por volta das 2h, após contato de populares, e que a guarnição chegou a isolar a área até a chegada da perícia.

Marlon passou pelas rádios Gazeta e Jacuípe, e atualmente vinha produzindo e postando em seu perfil do Facebook vídeos com notícias e críticas a políticos locais. O caso será investigado pela Polícia Civil.