Penúltimo dia da festa da Padroeira Nossa Senhora de Conceição do Coité tem a participação de Adriana Arydes

No dia 8 de dezembro Quinta-Feira, data magna e tradicionalisima para o catolicismo coiteense as atividades começam às 06h, com ofício seguido de café partilhado na igreja e às 09h missa solene. A tarde às 17h celebração da missa com bispo Dom Ottorino em seguida procissão

O novenário de Nossa Senhora da Conceição do Coité 2016 teve inicio no dia 28 de novembro, marcaram uma programação intensa entre os fiéis católicos, começando nas manhãzinhas e noites envolvendo praticamente toda comunidade católica do município. Após a missa, no palco montado ao lado da igreja aconteceram vários shows com bandas com repertórios totalmente voltados para músicas religiosas, começando pelas bandas locais e nas ultimas três noites cantores consagrados na música gospel a exemplo de Devisson da Shalon, Thiago Thomé da Canção Nova e Adriana Arydes também da Canção Nova.

adriana-1
Foto Mário Silva Adriana Arydes

 

Adriana foi quem fechou com chave de ouro os festejos de palco na noite de quarta-feira, 07, e por ser bastante conhecida em todo o país, atraiu um grande público, não só de Coité, como de cidades vizinhas, seu repertório conhecido era facilmente acompanhado pela multidão. A cantora sempre intercala o show com belas mensagens de otimismo tocando no fundo do coração de cada pessoa. São mais de 15 anos de carreira com 10 CDs e 2 DVDs gravados.

 

Foto Mário Silva/Adriana Arydes

 

Discografia

“Reencontro” abriu os caminhos de Adriana para a carreira solo e emplacou os grandes sucessos “Morte de Cruz” e “Abraço de Pai”. Em 2001, veio o segundo trabalho, também pela Codimuc. “Qual é a chave” alavancou de vez a carreira da cantora com o clássico, “A chave do coração”, além dos super sucessos “Chamado”, “Quem perde a sua vida a encontrará”, “Amor que não se cansa”, “Se compreendesses dom de Deus”, “Doce Jesus”, “Pacto de Esperança”, “Colo de Mãe”, “Pra te louvar” e “Ponto de Partida”.

Em 2003, Adriana saiu da Codimuc e lançou seu primeiro trabalho pela gravadora Paulinas-Comep. Além da faixa tema, “Lindo Céu” emplacou mais alguns dos sucessos que até hoje estão na memória do público. Entre eles, “Nova Unção”, “Glória e Majestade”, “Nada é impossível para ti” e a belíssima “Coroação de Nossa Senhora”.

Em 2005, lançou “Mais Feliz”. O quarto álbum da cantora trouxe como destaques as faixas “Humano Amor de Deus”, “Consolo”, “Nossa Missão” e “Nova Jerusalém”, além da regravação do clássico “Olhos no Espelho” e a versão italiana “Lindo Cielo”.

O primeiro DVD veio em 2007. Reunindo os grandes sucessos da carreira, “Adriana Ao Vivo” trouxe duas canções inéditas: “Reunidos Aqui” e “Eternamente Grata”. No ano seguinte, o álbum conquistou DVD e de Disco de Ouro, ultrapassando a marca de 25 mil DVDs e 25 mil CDs vendidos.

“Jardim Secreto”, sexto trabalho da cantora, veio em 2009, emplacando os sucessos “Teu Milagre”, “Tocar em tuas vestes”, “Eu sou um Jardim” e “Teu amor é maior”. No mesmo ano, se casou com Fabiano, assumindo o sobrenome Arydes.

Em 2011, Adriana Arydes lançou o álbum “Coisas que vivi” e mais uma vez emplacou vários sucessos. Entre eles, “Te farei vencer”, “O Segredo”, “Só é feliz quem ama”, “Jesus, meu amigo” e “Tu és Santo”.

Em 2013 foi a vez de expressar num disco a mais intensa experiência já vivida por ela: “Ser Mãe”. Esse é o título do oitavo CD da cantora. Um projeto especialmente produzido para partilhar o momento singular que Adriana estava vivendo. Entre os destaques, estão as faixas “Aprendendo a ser mãe”, “Mãe do Eterno Amor”, além, é claro, da faixa tema, “Ser Mãe”.

Além dos discos de carreira, Adriana também lançou duas coletâneas: “Milagres”, lançado em 2009, pela gravadora Som Livre, e “Adriana – Coletânea”, lançado pela Paulina-Comep.

Em 2014, o segundo DVD, “Adriana Arydes – Ao vivo”, reúne alguns dos maiores sucessos da carreira da cantora. Um dos destaques do álbum é a inédita “Guardiões”. A letra expressa a atitude de quem luta para defender a família. Adriana conta que a produção do DVD durou mais de dois anos. “Graças a Deus engravidei no começo do projeto. Esperamos Davi nascer e aí demos continuidade”, relata.

Outro destaque é a canção “Halleluyah”, que conta com participações especiais de Ziza Fernandes, Davidson Silva, Fátima Souza e Adelso Freire.

Ao longo de todos esses anos de música e evangelização, mais do que CDs, DVDs e o grande número de cópias vendidas, Adriana tem cativado o coração das pessoas com uma simpatia singular e uma disponibilidade em ouvir e acolher. Mais do que uma cantora de sucesso, Adriana Arydes, para o seu público, é expressão da presença amorosa de Deus.

publico-copia
Foto Mário Silva: Praça com grande numero de pessoas.

Texto adaptato/ parte extraido do Callila/Site discografia Adriana/Fotos Mário Silva.