O Juiz da comarca de Coité reuniu a imprensa para informar sobre o recadastramento biométrico.

De acordo com o juiz, o recadastramento biométrico é obrigatório, mas o TRE ainda não determinou o prazo final para Coité. Os municípios que já têm prazo determinado vão recadastrar até 31 de julho do próximo ano.

Nos últimos dias vêm ocorrendo uma verdadeira correria de eleitores coiteenses com objetivo de se recadastrarem na urna biométrica, e isto tem causado verdadeiro tumulto tanto no Cartório Eleitoral quando na Secretaria de Assistência Social.

Segundo o juiz da Comarca de Conceição do Coité Gerivaldo Alves Neiva, tudo começou quando alguém publicou em rede social que as pessoas cadastradas em programas sociais deveriam procurar o cartório até o dia 31 de julho, outros divulgaram que seria encerrado em 31 de dezembro 2017, outro 31 de janeiro de 2018, para realizar o recadastramento e quem não fizesse teria o Bolsa Escola suspenso. ” Foi um tumulto tão grande na secretaria que chamei a Policia duas vezes”, disse o juiz.

 

O magistrado na condição de juiz eleitoral de Coité e Ichu reuniu na tarde desta quarta-feira, 12, alguns órgãos de imprensa da cidade para uma entrevista coletiva a fim de explicar a situação. Segundo ele, por enquanto em Coité não existe prazo para recadastramento, e se não for realizado não afetará cadastrados em programas sociais, o que pode acontecer é o beneficiário ficar sem votar.

“Existem municípios que o Tribunal Regional Eleitoral – TRE já estabeleceu prazo para recadastramento biométrico, citamos aqui próximo da gente Tucano, Ribeira do Pombal, Feira de Santana, Ipirá e Pintadas que têm até 31 de julho de 2018, mas Conceição do Coité não existe esse prazo. Isso o TRE deverá definir no ano que vem se Coité terá eleição cem por cento biométrica ou não, podendo ter até uma eleição mista, ou seja, da forma tradicional e aqueles que já estiverem cadastrados votam pela biometria”, explicou Doutor Gerivaldo.

Segundo o juiz a demanda na procura está muito grande, reconhece que o recadastramento é obrigatório mas não precisa acordar de madrugada , pois, está distribuindo 100 senhas/dia para apenas quatro máquinas, que vêm atendendo eleitores de Coité e Ichu.

Para o recadastramento está sendo exigido todos os documentos necessários como se o eleitor estivesse se alistando pela primeira vez. Documento com foto e comprovante de endereço.

Vale lembrar que o voto após o recadastramento biométrico será da mesma forma como já se usa os terminais de auto atendimento dos bancos para realizar saques e outras transações.

Fonte: Calila noticias