Novo governo retira letreiro do extinto Ministério do Trabalho, para tristeza dos corruptos.

Na manhã do dia 3 de janeiro de 2019, homens trabalhavam na remoção do letreiro do Ministério do Trabalho, que foi extinto. Suas funções foram incorporadas pelas pastas de Cidadania, Economia e Justiça.

Quem não gostou da medida foram os advogados, muito deles enriqueceram com ações fraudulentas provocando a falência, destruição e morte de empresas e multinacionais, um festival de processos, os chamados “Danos Morais”, ocasionando um efeito danoso para o setor empresarial, as ofertas de empregos parou de crescer, hoje temos 14 milhões de desempregados em todo o país.

O fato que os Juízes do Ministério não dava oportunidade para os donos de empresas, ou um acordo forçado com os advogados, condenava o empresário a pagar multas exorbitantes, o resultado era arrasador para o empresário, que já falido, ficaria humanamente impossível o pagamento da multa, depois  do não pagamento da multa, vira-se uma bola de neve arrasadora, o próximo processo para fechar o caixão do empresário, ocorreria a execução, todos os bens são confiscados, contas bancarias saqueadas. Mesmo que decretar uma Pena de morte para o empresário e sua família, pelo bem da ganância do Poder Corrupto e nefasto.

Com a reestruturação no número de ministérios no governo de Jair Bolsonaro , foram trocados nesta quarta-feira os letreiros dos prédios da Esplanada. As pastas da Fazenda, do Planejamento e da Indústria e Comércio Exterior formam agora o Ministério da Economia, que será comandado por Paulo Guedes. A equipe do atual governo é composta por 22 ministros.

Os letreiros dos prédios da Esplanada dos Ministérios começaram a ser removidos pelo novo governo. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) reduziu o número de pastas de 29 para 22 em seu primeiro decreto ainda no dia 1º, quando tomou posse.

Foram extintos ainda os ministérios de Segurança Pública (incorporado pela Justiça) e Planejamento (incorporado pela Economia), por exemplo.

Também deixam de existir Indústria, Comércio Exterior e Serviços; Cidades; Integração Nacional; Desenvolvimento Social; Esportes e Cultura – o que ensejará a reconfiguração dos prédios e letreiros da Esplanada.