fbpx

Motociclista morre vítima de acidente na BA 120 trecho que liga Coité a Riachão do Jacuípe

morte-de-lio
Lió era solteiro, morava com a mãe e trabalhava na serraria de Dedé na Rua Antônio Nunes Gordiano ( Rua Carijé), em Coité.

O marceneiro Eliomar Celestino da Silva, 28 anos, morador da Fazenda Cavalo Morto, em Conceição do Coité, morreu vítima de acidente de moto na noite deste sábado,27, na rodovia BA 120, trecho que liga Conceição do Coité a Riachão do Jacuípe. Segundo a Brigada Voluntária Anjos da Vida que esteve no local, o acidente aconteceu próximo a entrada do Povoado de Almas, não confirmou se foi queda de moto ou colisão.

Ninguém soube informar o horário exato do acidente, já que a vítima foi encontrada caída ao lado da moto.

Ainda segundo os socorristas de plantão, eles foram avisados por volta das 22h30 da existência de um homem caído no meio da pista, ao se deslocar encontraram a vítima inconsciente, ”quando fizemos todo procedimento andamos pouco e percebemos que ele sofreu uma parada, tentamos reanimá-lo até a chegada aqui no hospital, a equipe médica também tentou, mas infelizmente ele não resistiu”, relatou a brigadista e presidente do Anjos da Vida Alacione Oliveira.

Bastante abalada, a irmã da vítima, Lívia Celestino disse que Lió como chamava costumava pegar a moto e sair para o Povoado de Almas ou Distrito de Chapada em Riachão do Jacuípe, onde tem parentes, e que chamava atenção dele que fazia uso de bebida alcoólica para evitar a estrada que está em péssimas condições de trafego. Mas ninguém confirma se o acidente foi provocado por está bebendo ou se ele estava fazendo uso de bebida alcoólica.

Lió, aprendeu a arte de marcenaria na Serraria de Dédé,  economizou durante alguns anos até comprar a moto do seu sonho. Foi uma pessoa simples e pacata, nunca foi de brigar com ninguem, só gostava de beber durante os finais de semana. Mais uma vida jovem que é ceifada por acidentes de motos em Conceição do Coité.