Loterias da Caixa Econômica Federal estão sob suspeitas de roubos. Só ganha um apostador.

 

A crise econômica, a violência, a falta de perspectivas, levam milhões de brasileiros enfrentarem filas enormes nas casas lotéricas para tentarem a sorte, mas, infelizmente, no Brasil com tanta organização criminosa de corruptos, pensaríamos que um Banco Estatal como a Caixa Econômica Federal estaria livre dos criminosos agirem.

Pois bem, no ultimo sábado (11) foi sorteado o maior premio da Mega Sena acumulado da história, entre concursos regulares sem contar Mega da Virada. O segundo maior valor acumulado nesta categoria foi o concurso de número 1.763, de 21 de novembro de 2015, que chegou a R$ 200 milhões.

O que gerou muitas desconfianças, que mais uma vez, o concurso 2.150 teve um único ganhador, ora, milhões de apostadores, ficou ridículo, e evidente que os brasileiros, FORAM ROUBADOS mais uma vez.

A aposta única que ganhou o prêmio de R$ 289 milhões na Mega-Sena foi feita pela internet. A Caixa Econômica Federal, responsável pela administração das loterias, ainda não divulgou o nome da cidade do apostador, o que tem gerado muitas críticas nas redes sociais.

As dezenas sorteadas foram: 23-24-26-38-42-49

A Quina teve 838 acertadores. Cada um vai ganhar R$ 30.450,20. Outras 56.994 pessoas ganharam na Quadra. Neste caso, o prêmio é de R$ 639,59.

Também foram registradas 56 994 apostas ganhadoras da quadra (quatro dos seis números sorteados), que foram premiadas com R$ 639,50.

A Polícia Federal tem a obrigação de dar uma satisfação a sociedade fazem uma investigação e o perfil do ganhador. Este é o maior prêmio entre concurso registrado na história. A não divulgação até o momento do nome da cidade do ganhador não agradou os internautas: