Em jogo tenso, Vitória perde na Fonte Nova, mas é campeão baiano

vitoria campeao

O Vitória é o campeão baiano de 2016. O Leão perdeu por 1 a 0 na Fonte Nova neste domingo (8), mas se sagrou campeão graças ao resultado da última semana, quando venceu por 2 a 0 no Barradão. O gol tricolor saiu aos 20 do primeiro tempo e o Bahia dominou grande parte do jogo, mas não conseguiu converter a pressão em mais um gol. O Leão volta a erguer a caneca estadual – a última vez foi em 2013.

O Bahia pressionou desde o primeiro minuto. Feijão fez boa jogada, João Paulo Gomes bateu cruzado e a zaga conseguiu afastar.  O próprio João Paulo Gomes, jogando pelo meio, voltou a ter chance aos 17 minutos, quando deu uma caneta em Welison, avançou pelo lado, mas se atrapalhou na hora de cruzar.

E aos 20 saiu o gol. Thiago Ribeiro recebeu pela esquerda, cruzou, a bola bateu em Amaral e Feijão e entrou no gol de Caíque, abrindo o placar para o tricolor. Logo após o gol, houve confusão entre os dois bancos de reservas. O goleiro reserva do Bahia, Jean, foi expulso, assim como o treinador de arqueiros, Tiago Melo. Felipe Fernandes, médico do Vitória, também recebeu o cartão vermelho.

Vencendo por 1 a o, o tricolor precisava de mais um gol para conseguir o tricampeonato. E o time continuava pressionando. Caíque conseguia fazer as defesas e o Vitória não conseguia ir para a frente.

No final do primeiro tempo, mais confusão, depois que o goleiro Marcelo Lomba acusou Vander de deixar o pé de propósito em um lance.

Segundo tempo

O Leão teve sua melhor chance aos 4 do segundo tempo, quando Kieza recebeu na área e chutou forte, mas Lomba conseguiu fazer bela defesa. Doriva tentou mudanças no time. Juninho entrou na vaga de Paulo Roberto. Luisinho entrou no lugar de João Paulo Gomes. A última mudança foi Henrique no lugar de Danilo Pires.

De fora da área, Danilo Pires chutou forte, mas viu Caíque cair para fazer a defesa. O Vitória se segurava e tentava ameaçar no contra-ataque – Leandro Domingues chutou de longe e mandou com perigo.

No Vitória, Tiago Real entrou na vaga de Leandro Domingues e Alípio no de Vander. O jogo continuava tenso. Aos 33, Henrique caiu na área e o Bahia pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

O Ba-Vi teve mais confusão aos 42. Lucas Fonseca e Diego Renan se estranharam depois de entrada forte do zagueiro tricolor e os dois foram expulsos. Aos 48, Juninho cruzou para Tinga, que cabeceou para fácil defesa de Caíque.

Fonte correio(redacao@correio24horas.com.br)