fbpx

Dólar sobe a R$4,165, maior valor na história do real

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar subiu quase 1,5 por cento em relação ao real e fechou no maior nível na história nesta quinta-feira, após o Banco Central manter os juros básicos em 14,25 por cento em meio a profundas dúvidas sobre a comunicação e a estratégia da política monetária.

 

“(A decisão) é um baque na credibilidade do BC. É o pior dos mundos: o mercado questiona a autonomia do BC e as expectativas de inflação pioram”, disse o superintendente regional de câmbio da corretora SLW João Paulo de Gracia Correa.

Após o fechamento dos negócios na véspera, o BC deixou a Selic inalterada em 14,25 por cento, citando o aumento das incertezas globais e locais. Além de piorar as perspectivas para o fluxo de capitais ao Brasil, a decisão turbinou as incertezas nos mercados locais, que até o início da semana apostavam em elevação de 0,50 ponto percentual.