Corrupta, suja e manipuladora: A Globo quer derrubar o presidente da República.

A TV Globo é indiscutivelmente a emissora de maior Audiência e poder entre as emissoras de TVs brasileiras com diversas afiliadas espalhadas por todo o país, inclusive é dona de jornais e revistas. Portanto, hoje a Globo é um império das comunicações no Brasil, e quem se opor a ela, realmente será perseguido até a destruição, induzindo a massa (população) a acreditar nas suas notícias e pesquisas.

A rede Globo de televisão (RGTV) foi ourtogada em 1958 e inaugurada em 1965 no período militar. A fragilidade histórica contribui para centralização da emissora no mercado brasileiro. A censura da ocasião possibilitou uma maior facilidade de manipulação das massas pelo Jornalista Roberto Marinho.

Nas redes sociais fervem os comentários de que a Globo está devendo milhões a receita federal, mas, a maioria dos jornalistas brasileiros não investigam, por medo ou por não acharem os veículos de comunicação que publique as denúncias. Por exemplo, a denúncia de que a Globo deve milhões aos cofres públicos, por sonegação de impostos decorrentes da compra dos direitos de transmissão das copas do mundo, isto não se vê em publicações de jornais.

Li um pouca da história, no primeiro caso, a Rede Globo não agradou da candidatura de Leonel Brizola para governador do Rio de Janeiro em 1982. Brizola voltou do exílio em 1979, com interesses na administração do Rio de Janeiro. Leonel Brizola foi um dos principais alvos do regime militar, por conseguinte não interessava a este sistema político nem a sua maior aliada emissora de TV. A Globo demitiu nesta ocasião, Homero Sanches, em consequência de fazer parte do conselho informativo de Brizola.

A rede Globo omitiu em 1984 “as diretas já”, que tentava legitimar a emenda parlamentar do deputado Dante de Oliveira oponente a emenda constitucional numero dois que controlava o processo sucessório eleitoral em prol do regime militar. Quando percebeu que era inevitável a Globo veiculou o segundo comício em São Paulo que coincidiu com o aniversário de São Paulo, e mesmo assim veiculou de forma distorcida durante a sua programação. “São Paulo hoje comemorou seu aniversario com diversas atividades, torneio de pipa, no parque do Ibirapuera e uma grande caminhada não sei onde. Foi dessa forma que o repórter Ernesto veiculou durante o jornal nacional o movimento “diretas já” que mobilizou todo o pais. A TV globo só transmitiu em definitivo o último comício realizado no Rio de Janeiro que contava com todas as forças de oposição. Mas algumas fontes afirmam que nesse momento a Globo tinha quebrado sua aliança com o regime devido ao poder da emissora que ameaçava até mesmo os governantes da ditadura militar.

Estamos assistindo a uma verdadeira guerra entre o Governo Bolsonaro e a poderosa Globo. Sim, a pessoa de Bolsonaro e seus filhos veem desde o início do governo protagonizando (“diuturna e noturnamente”, como diria uma certa Anta) uma série de barracos com a Globo, ora, a emissora perdeu contratos milionários com o governo, num passado recente as verbas de publicidade do Governo Federal constituíam-se numa verdadeira e milionária Bolsa-imprensa nos governos dos 14 anos dos governos Petistas, resalvado os 2 anos do vice Temer que se rebelou da Dilma (Anta).

Como se não bastasse um vírus importado da China “Corona Vírus”, estão parando tudo, principalmente a economia do país, gerando o caos, oportunidade única para os governadores do Nordeste (esquerdistas) fazer pressão e conseguir verbas. Outros estão pegando carona no momento de comoção nacional, a esquerda e o centrão que perderam as “mamatas”, pedem a todo instante o Impeachment do presidente, não roubou (ainda), mas, só porque disse alguma palavra de desagrado.

É uma verdadeira queda de braço, e é certeza que a emissora está perdendo audiência, porque os telespectadores de hoje estão mais críticos, estão vendo e julgando as injustiças, muito longe de ser um jornalismo sério e imparcial. Muita gente já está evitando a emissora, mudando de canal ou trocando de programação. Mas o problema é que como o aparelhamento político do PT atingiu muitas pessoas, deixou danos também para as outras emissoras de TV, que ficou de “as marias vão com as outras” ou para sobreviverem venderam suas programações ou até vendendo suas emissoras para os evangélicas, que não investiram em melhores programações para superar a tão famigerada e poderosa Globo.

 

Mário Silva