Caso Ba-Vi: O TJD exagera e penaliza duramente o Vitoria com multas, expulsões além de perder os pontos

Zagueiro do Vitória é suspenso por 10 jogos; Denilson, Yago, Rhayner, Edson e Becão pegam oito jogos de gancho, e Vinícius, dois; veja o que decidiu o TJD

Foi realizado, na noite desta terça-feira,27, o julgamento dos envolvidos na confusão do clássico Ba-Vi do último dia 18, válido pela sexta rodada do Campeonato Baiano. O Vitória, que teve oito atletas denunciados, além do técnico Vagner Mancini e do supervisor, Mário Silva, foi multado em R$ 100 mil. Alem de perder a partida por 3 x 0

A punição mais severa recaiu sobre o zagueiro Kanu: dez jogos de suspensão no Campeonato Baiano. Denilson, Yago, Rhayner, Edson e Becão pegaram oito jogos de gancho. VInícius levou dois. Mancini foi absolvido. Confira abaixo o que decidiram os relatores sobre cada um dos denunciados.

VITÓRIA
Por envolvimento na briga:
– Kanu: suspenso por 10 jogos do Campeonato Baiano; absolvido da acusação de ameaça.
– Denilson: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Rhayner: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Yago: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Fernando Miguel: absolvido.

Por encerrar a partida propositalmente:
– Ramon: absolvido.
– André Lima: absolvido.
– Vagner Mancini: absolvido.
– Mário Silva: absolvido.
– Bruno Bispo: absolvido.

BAHIA que provocou toda confusão, em desrespeitar a torcida adversária teve penas mais leves.
Por envolvimento na briga:
– Edson: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Rodrigo Becão: suspenso por oito jogos do Campeonato Baiano.
– Lucas Fonseca: absolvido.
– Vinícius: suspenso por dois jogos do Campeonato Baiano.

Globo Esporte/BA