Cartório eleitoral de Coité reúne lideranças e imprensa para pedir apoio para divulgação cadastramento biométrico

Segundo Adriana Velame Branco,  chefe do cartório eleitoral de Conceição do Coité, cerca de 30% (trinta por cento) do eleitorado coiteense não fizeram cadastramento biométrico, para tanto, foi necessário convocar uma reunião (16 de outubro) com lideranças dos povoados e imprensa, para ajudar na divulgação e agilizar o processo de recadastramento biométrico. Adriana disse que o brasileiro gosta de deixar tudo para ultima hora, e o cartório não tem estrutura para atender a estas demandas e solicita ainda, para que as pessoas antecipem e não deixem para os transtornos de última hora como é visto sempre, pessoas madrugando em filhas para garantirem senhas e muitas delas acabam sem conseguir.

O Tribunal Regional Eleitoral – TRE-BA vem desde 2015 realizando cadastramento biométrico em todo estado, no inicio Conceição do Coité não aparecia entre as prioridades, já que não havia necessidade de voto na eleição de 2016, em 2018 também não, no entanto, surgiram boatos que se as pessoas cadastradas no Bolsa Família não fizesse o cadastramento teriam seus benefícios cortados, na ocasião o município ainda não estava na lista da obrigatoriedade para realização da biometria. Centenas ou milhares de pessoas com medo de perderem o benefício enfrentaram filas na madrugada.

Passado eleição de 2018 o TRE colocou Coité na lista da obrigatoriedade e segundo Adriana Velame Branco,  chefe do cartório, até que estava recebendo uma quantidade razoável de eleitores, porém, nos últimos meses teve uma queda na procura e ao observar a quantidade de pessoas que não compareceram, a queda diária de agendamento e o pouco espaço de tempo que falta para o encerramento, só restou a alternativa de convocar as lideranças para juntos encontrarem uma saída para evitar o cancelamento em massa de títulos de eleitores.

Números mais recentes apresentados por Adriana apontam que cerca de 30,14% do eleitorado atual, ou seja, 15.581 eleitores que se não comparecerem até 20 de fevereiro do ano que vem serão cancelados. A servidora disse que com toda facilidade oferecida para que as pessoas façam a biometria como agendamento por telefone, abrir aos feriados e finais de semana, caminhão móvel e agora através de agendamento por uma ferramenta tão popular que é o WhatsApp ainda assim não ver um aquecimento de procura.

Outro fator importante discutido na reunião é que o título embora tenha como principal finalidade o voto nas eleições de 2 em 2 anos, e que muitos alegam estarem decepcionados com os políticos, precisam saber/lembrar que sem ele o cidadão ou a cidadã com o titulo cancelado sofrerá transtornos como o cancelamento do bolsa família, problemas com CPF, não conseguir firmar um contrato, enfim, existe uma serie de prejuízos, não apenas deixar de votar.

A chefe do cartório garante que não existe nenhum tipo de dificuldade e nem perda de tempo, são cinco kits de coleta de foto e biometria tendo começado com apenas dois. “Ichu que também está sob a responsabilidade do cartório de Coité também encontramos uma forma para dar maior comodidade quando instalamos dois kits lá para evitar o deslocamento dos moradores, mas ainda assim estamos encontrado dificuldade e por isso estamos pedindo as lideranças rurais e de bairros que colaborem no agendamento das pessoas para que ao final possamos evitar tanto titulo cancelado”, finalizou Adriana.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador Jatahy Júnior, lançou no último dia 7 o serviço de agendamento via WhatsApp para o recadastramento biométrico.

O agendamento por meio do aplicativo de mensagens é válido para todo o estado e ocorrerá pelo número 71-3373-7223. Ao adicionar na lista de contatos do celular, o eleitor deverá ter a opção de iniciar conversa.

Na sequência, será necessário informar os seguintes dados: número do título de eleitor; e-mail; município para atendimento, ou seja, município onde quer votar; dia da semana de sua preferência (segunda, terça, quarta, quinta ou sexta) e o turno de sua preferência (manhã ou tarde). Não será possível a escolha do horário de atendimento, apenas do dia e turno.

Na conclusão do agendamento o eleitor receberá uma mensagem de confirmação sobre o horário agendado, considerando o primeiro disponível para o dia e turno apontados. É importante que o solicitante leia com atenção todas as informações do comprovante de agendamento.

Quem desejar fazer pela internet o agendamento siga passo a passo este link

https://agendamento.tre-ba.jus.br/agendamento/publico/registrarAgendamentoEleitor.do?acao=load

É possível também agendar por telefone: 0800 071 6505.